terça-feira, 27 de novembro de 2012

Home-staging-Preparação de imoveis para venda


Entrevista: Revista More Bem

Nome: Ângela Sicoli

Contato:
angela@enterbrazil.com  (61) 9938 1363 (61) 3361-1869

Quando iniciou o trabalho de "home-stager"?
Há cerca de 10 anos em imóveis próprios para aluguel e há 2 anos, comercialmente para terceiros. Além de designer de interiores sou economista e corretora de imóveis e ofereço o serviço de home staging como cortesia, para os proprietário que me concedem exclusividade na venda do imóvel.

Vender um imóvel é algo que pode levar meses até que o ato se concretize. No caso de usados,  a forte concorrência e o preço elevado são as justificativas; em outros, no entanto, a falta de atenção do proprietário assume parte da culpa.

O home staging ou numa tradução livre “encenação de ambiente” procura valorizar pontos fortes do imóvel por meio de uma decoração mais neutra, tendo como principais objetivos seduzir o visitante e potencializar as vendas. Para atingir estas metas, são utilizadas várias técnicas.

O que é home staging?
Home Staging é o ato de preparar um imóvel usado- ocupado ou desocupado- para a venda no mercado imobiliário com objetivo de torná-lo atraente para o maior número de compradores potenciais e, assim, vendê-lo mais rapidamente e por um maior valor. Desta forma, ele torna-se uma importante ferramenta para o processo de valorização e agilização da venda dos imóveis.

Quais as vantagens de contratar o serviço de home-staging?
Para o comprador: Com mobília e acessórios para definir os ambientes, o comprador tem uma melhor ideia do tamanho, do layout e da finalidade de cada cômodo, ajudando-o a visualizar como melhor dispor sua mobília no espaço, e ainda, sentir-se vivendo no local.

Para o proprietário: venda mais rápida do imóvel  e por um valor maior.


Qual a diferença entre a técnica do home-staging com a decoração de ambiente?
A decoração pretende adaptar uma casa ao gosto pessoal do morador. Por outro lado, o home staging procura valorizar os pontos fortes do imóvel, fazendo uso dos elementos mais neutros possíveis para atender o máximo de possíveis compradores. Por exemplo, um decorador pode adicionar um toque pessoal à decoração como aconselhar a pintura da cozinha de vermelho para trazer alegria e originalidade. Com isso, algumas pessoas podem gostar, outras não. Já o home stager deverá usar tons claros e discretos que agradem a um número maior de pessoas, eliminando quase tudo que possa mostrar a personalidade do proprietário.

O home stager deverá ter como objetivo fazer com que a casa atenda a todos os gostos de forma a ser desejada por todos, ou seja, não decorar de acordo com gosto pessoal, mas de acordo com o que vende melhor.


Como se encontra o mercado de Home-staging em Brasília?
O home staging surgiu em 1972 nos Estados Unidos, tendo sua importância reconhecida no processo de venda de imóveis.

Após sua larga aplicação nos Estados Unidos, o home staging é adotado no Canadá no início do ano 2000. Sete anos mais tarde, atravessa o Atlântico e se difunde na Europa.

A técnica continua se disseminando rapidamente, sendo divulgada por imobiliárias e programas televisivos populares.

O home staging funciona para diversos tipos de imóveis: apartamentos, casas, salas comerciais, podendo estar ocupadas ou vazias. Nos imóveis vazios, o home stager leva acessórios e móveis para ajudar os visitantes a imaginar a vida deles no local.

Brasília não conhece o serviço. Tenho feito a divulgação diretamente com os proprietários de imóveis, com alguns corretores de imóveis e com uma imobiliária que é franqueada, cuja matriz é norte-americana. Para esta dei  entrevista recentemente para sua revista trimestral e a pedido do presidente, estou preparando treinamento para suas franqueadas no Brasil. Em breve publicarei o primeiro livro brasileiro sobre o assunto.
 
Qual o preço dos serviços
O preço dos serviços pode ser baseado por metragem quadrada, por hora ou por projeto, podendo iniciar com uma consultoria e gradativamente incluir outros serviços e valores, dependendo da necessidade do imóvel, do tempo para execução, da disponibilidade financeira e do interesse do proprietário.

Um pouco sobre os serviços
Os imóveis decorados dos lançamentos imobiliários são montados com elevado orçamento: móveis de design, eletrodomésticos de última geração, materiais de acabamento de alto custo, projeto luminotécnico que enriquece a arquitetura e outros detalhes. Nada disso é usado no home staging, pois seu principal objetivo é o de valorizar a propriedade com o menor investimento possível.



Para superar esta limitação, o designer precisa ser criativo, combinando sensibilidade (criação) com realidade (orçamento reduzido). Em vez de criar um projeto totalmente novo, o designer de interiores trabalha com mobiliário e acessórios que o proprietário já possui e os reorganiza, reforma, reinventa suas funções, procurando criar um novo olhar sobre os mesmos objetos. Para preparação das fotos, é muito comum levar minhas próprias peças de decoração, escolhidas normalmente após uma analise prévia no imóvel.